Com a proposta de incentivar os jovens a tirar do papel a ideia de ser dono do próprio negócio, a Secretaria Municipal de Educação, em parceria com o Conselho Municipal de Juventude, assinou um termo de cooperação para lançar na cidade o programa Decola Jovem, do Instituto Souza Cruz, cuja metodologia é executada pela ONG Besouro Agência de Fomento Social. A iniciativa visa oferecer aos jovens entre 18 e 29 anos, alunos ou não da rede de ensino, um curso inteiramente gratuito de capacitação sobre empreendedorismo. As inscrições encontram-se abertas e devem ser feitas diretamente no site www.decolajovem.com.br até o dia 20 de setembro. Ao todo, são 60 vagas.
De acordo com a assessora de Acompanhamento à Gestão Educacional, da SME, Alcineia Oliveira, as pesquisas apontam que cada vez mais os jovens sonham com a independência financeira se tornando empreendedores desde cedo. “Investir no sonho de um jovem que tem vocação para empreender, inovar e gerar rendas, mas não têm condições ou orientação adequada é o nosso objetivo”.
Já o gestor municipal de Políticas para Juventude de Duque de Caxias, Ewerton Panda, ainda acrescentou: “Estamos trabalhando na contramão da crise da falta de emprego para esse público. Portanto, fomentar politica pública para que eles sejam dono do próprio negócio, sem depender de um emprego formal é fundamental”.
A formação será realizada entre os dias 23 e 28 de setembro, das 18h às 21h. No sábado, será das 09h às 13h. Serão duas turmas, uma na Escola Municipal Roberto Wegelin de Abreu, em Imbariê, e a outra na Sala de Ensaio do Teatro Raul Cortez, no Centro de Caxias. “Em cinco dias de formação presencial, o participante aprenderá o passo a passo da construção de um empreendimento, como desenvolvimento da marca, planejamento, e questões financeiras”, explica a presidente do Instituto Souza Cruz, Regina Maia.
Profissionais da Besouro ministrarão a formação. A ONG é reconhecida no Brasil e no exterior por realizar uma metodologia de formação que já beneficiou cerca de 2,1 mil jovens empreendedores de periferias, com 1,8 mil empresas abertas.

About Marilea