A boa formação escolar vai muito além das avaliações. O papel da escola é preparar crianças e adolescentes para serem cidadãos mais conscientes, críticos e participativos, capazes de analisar o que é bom ou não para si, de fazer suas escolhas e de refletir se com isso afetará ou não a vida de outras pessoas. Dessa forma, a Secretaria Municipal de Educação está engajada em promover no ambiente escolar discussões sobre importantes temas que cada vez mais têm impactado a sociedade.
Como aconteceu, este mês, na Escola Municipal Minas Gerais. O Núcleo Equipe Multiprofissional (NEMP), vinculado à Subsecretaria Pedagógica, desenvolveu o projeto “Educação é Prevenção Contra Violência na Escola”, em resposta à demanda da unidade escolar. Na ocasião, foram apresentados aos alunos, de acordo com a faixa etária, discussões sobre importantes temas, como abuso sexual, violência contra a mulher, dependência química, entre outros assuntos. O encontro, que contou com a participação das Secretarias Municipais de Saúde e Assistência Social e Direitos Humanos, foi produzido com a interatividade de palestras, vídeos educativos, dinâmicas e bate-papo informal.
Nos dias 10 e 11 de setembro, a reunião foi direcionada aos alunos do 6º ao 9º ano de escolaridade. Estiveram presentes, a coordenadora do CEATA ( Centro de Atenção Total ao Adolescente), Dra Helena Nascimento, que abordou reflexões sobre tentativas de suicídio na adolescência, automutilação, uso abusivo de álcool e drogas, abuso sexual, hiperatividade, entre outros problemas; o coordenador do CR Homem (Centro de Referência do Homem), Paulo César Conceição, que destacou a violência contra a mulher de forma clara e objetiva; e a coordenadora do CEAM (Centro Especializado de Atendimento à Mulher), Monique Leal, que abriu um diálogo de empoderamento das mulheres para dizer não à violência, em virtude dos números de feminicídio.
Atentos a cada informação, os adolescentes tiveram uma participação ativa nos diálogos e alguns até buscaram orientações sobre onde procurar ajuda.
No dia 18, foi a vez dos alunos do 1º ao 5º ano. A equipe Multiprofissional (NEMP), representada pela assistente social Thayse Sena e pela psicóloga Marcela Giro, em conjunto com a conselheira tutelar Olicéa Soares, abordaram o tema sobre abuso sexual de forma objetiva e esclarecedora. Para isso, foi apresentado um vídeo educativo e atividade pedagógica voltada ao assunto, o que atraiu a atenção dos pequenos, alcançando o resultado esperado. “O evento foi de grande contribuição para a unidade escolar. A integração dos alunos atendeu as nossas expectativas. São demandas expressivas e complexas que não cabem na mão de uma única Secretaria. Por isso, a parceria com outras Secretarias faz toda a diferença no resultado desse trabalho”, enfatizou Thayse, que ainda acrescentou que o NEMP está à disposição para atender às solicitações das unidades escolares. O interessado deve enviar um e-mail para nemp@duquedecaxias.rj.gov.br. “De acordo com a demanda, montamos um plano de ação para atender da melhor maneira”.

About Marilea